Salomão, Kaiuca & Abrahão

Presidente do STF recebe convite para participar de encontro no Equador em 2014
Supremo Tribunal Federal
 
 
16/12/2013

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, foi convidado pelo presidente da Corte Constitucional do Equador, ministro Patricio Pazmiño, para participar de um congresso em Quito, capital do Equador, em maio de 2014. O encontro reunirá juízes, juristas e docentes com o propósito de refletir sobre as realizações do constitucionalismo democrático nos países de todo o mundo.

“É um prazer convidar o presidente Joaquim Barbosa para que nos acompanhe nesse encontro que terá representações de todas as Américas, Europa e África”, disse o ministro equatoriano. “Vamos fazer um encontro com olhos, pensamento e coração latino-americanos para refletir melhor sobre nossos caminhos”, afirmou, ressaltando que o congresso será um momento para pensar nos processos político-constitucionais a fim de saber o que deve ser melhorado.

O ministro Patricio Pazmiño afirmou que o Equador tem o Brasil como uma grande referência, não só por seu tamanho, mas pelos próprios brasileiros. “O Brasil é um ator fundamental para a democratização da política e da Constituição na América Latina e, nos últimos anos, ele não só volta para si mesmo, mas é um país que quer caminhar com outros países”, destacou.

Segundo o presidente da Corte Constitucional do Equador, visitas técnicas já foram feitas ao Supremo a fim de conhecer o processo eletrônico brasileiro e a TV Justiça. A intenção, de acordo com Patricio Pazmiño, é continuar o intercâmbio com o Brasil para estreitar laços e identificar práticas a fim de melhorar a administração da justiça “e para isso esse relacionamento entre os países é muito útil”.

EC/CF

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=256041

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail