Salomão, Kaiuca & Abrahão

Confira a programação da TV Justiça para este fim de semana
Supremo Tribunal Federal
 
 
11/08/2012

TV Justiça conta sua história em documentário

Em comemoração por uma década no ar, a TV Justiça exibe um documentário sobre sua criação, desafios, evolução e objetivos. Participam do programa jornalistas da emissora, professores de Direito, ministros do Supremo Tribunal Federal e telespectadores de várias partes do país.

A lei que criou a TV Justiça foi sancionada em 17 de maio de 2002, pelo então presidente do STF ministro Marco Aurélio no exercício da Presidência da República. A norma destinou um canal exclusivo ao STF para a divulgação dos atos do Poder Judiciário e dos serviços essenciais da Justiça. Posteriormente, em 11 de agosto de 2002, entrava no ar a primeira emissora pública do mundo a transmitir uma programação voltada para o Judiciário e os direitos dos cidadãos.

No início, eram 18 horas de programação diária, incluídas as transmissões das sessões plenárias feitas em tempo real, com total transparência: uma iniciativa única no mundo. Uma década depois, 24 horas no ar, a TV Justiça tornou-se uma importante ferramenta para fortalecer a democracia e ampliar a transparência do Judiciário. Saiba mais sobre o dia a dia da emissora, neste sábado, 11 de agosto, às 20h. Horários alternativos: domingo, 21h30; segunda-feira, 22h30; terça-feira, 18h; quinta-feira, 10h30; e sexta-feira, 10h.

Zezé Di Camargo e Luciano são os convidados do Refrão

Eles já venderam mais de 36 milhões de cópias em 21 anos de carreira e fizeram o Brasil cantar vários sucessos. Um dos mais marcantes é, até hoje, a música "É o Amor". Para comemorar o aniversário de 10 anos da TV Justiça, o Refrão recebe a dupla Zezé Di Camargo e Luciano que está rodando o país com a nova turnê In Love. “É um show bem intimista. A ideia era circular bem perto do público. A gente tinha acabado de lançar um disco chamado ‘Double Face’, aí veio a ideia de fazer o ‘In Love’ – e é um projeto vencedor que tem tudo pra virar um DVD depois”, conta Zezé Di Camargo.

Durante a entrevista, Zezé Di Camargo e Luciano falaram ainda sobre o sucesso ao longo da carreira. “É a fidelidade que a gente tem ao nosso trabalho e ao nosso público. Eu acho que são poucos artistas no Brasil que tem essa fidelidade”, explicou Luciano.

E no quadro Pauta Musical, a professora e psicóloga Ciomara Schneider analisa a canção No dia em que eu saí de casa, composição de Zezé Di Camargo e Luciano, e fala sobre a saída precoce dos filhos da casa dos pais e as consequências a médio e longo prazo de quem deixa a família para tentar a sorte longe de casa. O Refrão é neste domingo, às 20h. E em horários alternativos: segunda-feira, às 13h30; terça-feira, às 11h30; quarta-feira, às 20h; quinta-feira, às 9h30 e sábado, às 18h.

Repórter Justiça fala sobre a participação do pai na educação dos filhos
 
Os homens estão cada vez mais participativos quando o assunto é a vida dos filhos. Deixaram de ser apenas aqueles que mantêm financeiramente o lar. Com a mudança da sociedade, a legislação brasileira se esforça para possibilitar que eles possam exercer com mais segurança o direito de serem pais. O programa Repórter Justiça desta semana mostra como a legislação brasileira assegura direitos a esses homens. A licença paternidade, por exemplo, está prevista na Constituição Federal e não pode ser violada pelo empregador. Quem não tiver seu direito assegurado pode recorrer à Justiça.

Para falar sobre o tema o programa convidou a psicóloga do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Luciana de Paula. O programa mostra também como os novos pais lidam com a separação e o que fazer quando o homem for impedido de fazer visitas ou perceber que está sofrendo alienação parental. Quando o casamento acaba, que tipo de guarda é melhor para os filhos?

Também são destaques do programa a adoção por parte de homens solteiros e casais homoafetivos, as leis que asseguram o convívio entre pais e filhos, as histórias de homens que encontraram boas soluções para estar sempre por perto e aqueles que lutaram para ter o direito de participar.

O Repórter Justiça é neste sábado, às 21h30, e pode ser visto durante a semana nos horários alternativos: domingo, às 11h; segunda, às 12h; quarta, às 19h; quinta, às 7h e 22h30 e no site da TV Justiça (www.tvjustica.jus.br).

Academia discute o proceso de adoção

A edição desta semana do programa Academia destaca a dissertação de mestrado “Ressignificando o processo de adoção - Encontros e Desencontros”. O estudo, da mestre em psicologia e pesquisadora da Universidade Católica de Brasília (UCB), Patricia Jakeliny Moraes, foi apresentado ao Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Psicologia como parte dos requisitos para obtenção do título.

O estudo propõe uma análise sobre a adoção e a devolução de crianças, a partir do discurso de quatro famílias, e seus respectivos filhos que vivenciaram o encontro ou o desencontro na adoção. “O objetivo central dessa dissertação foi compreender o processo de vinculação adotiva dentro da dinâmica familiar, destacando indicadores que contribuíram para construção do vínculo de filiação e indicadores que foram desfavoráveis ao encontro filial”, explicou a mestre.

O programa recebe os convidados Vicente de Paula Faleiros – pós-doutor em Ciências Sociais pela Université de Montréal, e Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais, de Paris, e Sérgio Domingos – defensor público do Distrito Federal, mestre em direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e doutor em direito pela Universidade Autônoma de Lisboa.

O programa é interativo e busca a participação de todo cidadão envolvido nas questões do Direito. Para participar, envie um currículo com o título do seu trabalho para o e-mail: academia@stf.jus.br. O programa Academia vai ao ar domingo, às 21h. Horários alternativos: segunda-feira, às 10h; terça-feira, 12h30; quinta, 10h; e sexta-feira, 9h.

Programa fala sobre o trabalho da TV pública na defesa do Meio Ambiente
 
No dia em que a TV Justiça completa 10 anos, o programa Meio Ambiente por Inteiro fala sobre o papel da TV pública na busca pela preservação do Meio Ambiente. Para falar sobre o assunto, o programa recebe a professora doutora em comunicação Elizabeth Brandão e o vice-presidente da Comissão de Direito Ambiental da OAB-DF, Diego Vega.

De acordo com a Constituição Federal, todos têm direito ao Meio Ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à qualidade de vida. É dever do poder público e da coletividade defendê-lo e preservá-lo para assegurar a efetividade desse direito. O Estado deve ainda promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do Meio Ambiente. Durante o programa, os convidados também conversam sobre a trajetória da TV Justiça durante esses 10 anos no ar e conhecem melhor os programas que se dedicam à defesa do Meio Ambiente.

O programa vai ao ar neste sábado, às 19h. Horários alternativos: domingo, 08h; segunda-feira, 18h; terça-feira, 10h; quarta-feira, 12h30; quinta-feira, 11h30.
 

Fonte: TV Justiça

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=214711

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail