Salomão, Kaiuca & Abrahão

Despesas com saúde chegam a 10,2% do PIB, diz CNS
Folha de São Paulo
 
 
24/1/2014

O setor de saúde fechou 2013 com uma participação de 10,2% no PIB nacional, de acordo com estimativa feita pela CNS (Confederação Nacional de Saúde).

Em 2012, a parcela havia sido de 9,5% do PIB do país.

O cálculo leva em consideração toda a cadeia do segmento, incluindo a indústria médico-hospitalar e as operadoras de planos.

O crescimento foi puxado sobretudo pelo setor privado, responsável por 57% do total movimentado em 2013. A área pública contribuiu com os 43% restantes.

"A evolução tecnológica do setor, com o surgimento de tratamentos diferenciados, tem feito com que haja mais investimentos", afirma José Carlos de Souza Abrahão, presidente da CNS. "O crescimento da saúde suplementar também ajudou."

O ano passado terminou com 3,1 milhões de postos de trabalho abertos na área, dos quais 61% no serviço público e 39% nas empresas, segundo a confederação.

Desde 2010, o número de empregos criados pelo segmento cresceu 19,2%, ainda de acordo com o órgão.

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail