Salomão, Kaiuca & Abrahão

Programa Artigo 5º fala sobre os 50 anos do golpe militar
Supremo Tribunal Federal
 
 
27/03/2014

O golpe militar que mudou a história brasileira está completando 50 anos. Foi um período difícil, onde a censura imperava e quem ia contra o governo pagava alto preço. Desde 2012, a Comissão Nacional da Verdade busca descobrir o que, de fato, aconteceu com as vítimas da ditadura. A Constituição Federal assegura que todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de interesse particular, coletivo ou geral. Este é o tema do programa Artigo 5º desta semana.

Para falar sobre os 50 anos do golpe militar e o trabalho da Comissão Nacional da Verdade, o programa recebe Lindovaldo Duque, diretor da Associação Brasileira de Anistiados Políticos, perseguido por discordar do governo à época. “Estar na clandestinidade foi extremamente difícil. Este país vivia grande pressão militar sobre as pessoas que discordavam do sistema implantado. Elas sofriam ameaças constantes” – conta o presidente da ABAP. Também participa do programa o jornalista e doutor em História Hugo Studart, pesquisador e autor de livros sobre Direitos Humanos. Para ele, o trabalho da Comissão da Verdade ajuda não só a desvendar o que aconteceu, mas a seguir adiante. “Você só consegue superar o trauma com a catarse da verdade, da memória. Então, este é o papel da Comissão da Verdade. Não só no Brasil, mas as comissões que existem no mundo inteiro: resgatar a memória dos esquecidos, das vítimas”.

Exibições:

Inédito: 26/3, às 21h.

Reapresentações: 27/3, às 12h30; 28/3, às 10h; 29/3, às 7h30; 30/3, às 7h; 31/3, às 12h30; e 1/4, às 11h.

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=263422

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail