Salomão, Kaiuca & Abrahão

Direto do Plenário: julgamento da AP 470 é retomado com voto do relator sobre gestão fraudulenta no Banco Rural
Supremo Tribunal Federal
 
 
04/09/2012

Na sessão desta segunda-feira (3) destinada ao julgamento da Ação Penal (AP) 470, o relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, prossegue a leitura de seu voto com relação ao item V da denúncia, que trata do crime de gestão fraudulenta de instituição financeira imputado aos réus Kátia Rabello, José Roberto Salgado, Vinícius Samarane e Ayanna Tenório – que, à época dos fatos narrados na denúncia do procurador-geral da República, eram dirigentes do Banco Rural.

A previsão é a de que, em seguida, o ministro relator, Ricardo Lewandowski, profira seu voto sobre o mesmo tema.

Na primeira parte de seu voto, proferido na última quinta-feira (30), o ministro Joaquim fez referência a diversas regras do Banco Central que, segundo ele, deixaram de ser cumpridas pelo Banco Rural. Entre elas, atualização cadastral dos clientes e compatibilidade entre as movimentações de recursos, atividade econômica e capacidade financeira. E acrescentou que, segundo a perícia, o Banco Rural também descumpria regras de combate à lavagem de dinheiro.

14h36

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=216988

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail