Salomão, Kaiuca & Abrahão

Presidente indefere questão de ordem no segundo dia de julgamento
Supremo Tribunal Federal
 
 
04/08/2012

No encerramento da sessão plenária de hoje (3), o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Britto, indeferiu pedido formulado pelo advogado de defesa de Marcos Valério, réu na Ação Penal 470, quanto à duplicação do prazo regimental de uma hora para a sustentação oral.

A defesa alegou que Marcos Valério “é acusado do maior número de fatos” na denúncia – “nove fatos distintos”, e que seu nome foi citado 197 vezes na manifestação do procurador-geral da República.

Pela norma regimental (artigo 132), deve haver paridade na duração das sustentações orais da acusação e da defesa. O ministro Ayres Britto lembrou que a concessão de cinco horas ao procurador-geral, autor da Ação Penal 470, foi decidida pelo Plenário do STF em questão de ordem no dia 9 de maio, após Roberto Gurgel informar que esse prazo seria suficiente. “Ao fazê-lo, entendemos que o princípio da paridade de meios e da correlação de forças em matéria penal estaria francamente atendido. Por isso, indefiro o pedido”, concluiu.

CF/AD

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=213985

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail