Salomão, Kaiuca & Abrahão

Direto do Plenário: recursos de Kátia Rabello e José Roberto Salgado são rejeitados pelo STF
Supremo Tribunal Federal
 
 
22/08/2013

Os embargos de declaração de Kátia Rabello, ex-presidente do Banco Rural e de José Roberto Salgado, ex-vice presidente da instituição, foram rejeitados pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (21).

Kátia Rabello e José Roberto Salgado foram condenados na Ação Penal (AP) 470 a 16 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

Kátia Rabello

Nos embargos de declaração opostos contra a decisão da Corte na AP 470, a defesa de Kátia apontava uma série de supostas omissões e contradições no acórdão e pedia a absolvição da ex-presidente do Rural. Questionava, ainda, a pena de 16 anos e 8 meses aplicada a ela - uma das maiores entre todos os condenados, segundo seus advogados.

O ministro Joaquim Barbosa, relator do caso e presidente da Corte, votou pelo desprovimento do recurso, por entender não existirem as alegadas omissões e contradições. A decisão foi unânime.

José Roberto Salgado

A defesa de Salgado apontava supostas omissões, contradições e obscuridades no acórdão. E também questionava a dosimetria da pena aplicada ao condenado.

O ministro Joaquim Barbosa citou trechos do acórdão na AP 470 para mostrar que não existem as alegadas omissões e contradições na decisão do STF.

A decisão no sentido de rejeitar os embargos foi unânime.

Em instantes, mais detalhes.
 

URL: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=246226

 
« Voltar
 
Salomão, Kaiuca & Abrahão - Sociedade de Advogados
Rua São José, 70 - 4º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ
+ 55 21 3212-6400
contato@skaadv.com.br
Termos de uso
Política de Privacidade
Webmail